fbpx

Salsa

O mais conhecido dos ritmos latinos!

A salsa surgiu em Cuba, nos anos 60, sendo caracterizada pela ampla mistura de músicas caribenhas, com influências do mambo, do cha-cha-cha, da rumba cubana, do reggae e até mesmo do nosso samba.

Toda essa mistura só poderia resultar em um ritmo envolvente e sensual, que tem tudo a ver com o povo latino. Para nomear esse novo gênero de dança e música, os cubanos da tradicional banda La Sonora Matancera escolheram a palavra “salsa”, que significa “tempero” em castelhano. A ideia era demonstrar que esse tipo de música tinha um “sabor” diferente de tudo o que as pessoas já conheciam.

A partir dos anos 70, a salsa chegou aos Estados Unidos, mais precisamente em Nova Iorque, e logo foi disseminada por todo o país. Aos poucos, o estilo cubano foi ganhando popularidade e espalhou-se por outros países, inclusive pelo Brasil.

Assim como todos os ritmos modernos, a salsa tem passado por transformações e sofrido influências de outros gêneros musicais desde que surgiu, nos anos 60. Por cada país que passou, a salsa deixou sua marca e também recebeu novas características. A salsa moderna tem grandes influências do rap americano e do techno.

Geralmente, a dança é executada em pares, mas também existem passos para quem quer dançar sozinho ou para os momentos da coreografia em que os casais dançam separados. O ritmo é bastante rápido, o que envolve muita técnica, equilíbrio e consciência corporal.

 

Além de nosso curso de SALSA, temos também outros ESPECÍFICOS de DANÇAS LATINAS como o ZOUK, KIZOMBA e BACHATA! Aulas com Dida Melo e Cristiane Gallinaro. Com duração de 1 hora, nossos cursos específicos são ideais para os amantes da dança latina, que desejam aprender com velocidade e qualidade e arrasar nas baladas!